quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Personalidades: Professor Roberto da Silva nesta sexta-feira no Globo Repórter











Hoje escrevo mais uma fala no sentido de que o mais gostoso da vida está em potencializar a sua vontade e seguir o seu rumo persistentemente, traçando objetivos equilibrados, sem deixar a estima te derrubar, e claro, sem deixar que a vaidade o supervalorize. Os obstáculos podem derrubar, é vero. Levante. Digo também não aceitar desculpas, pois ainda que estejamos falando sobre verdades e a dura realidade da vida, elas não levam a lugar algum.


Assim, tive a idéia de periodicamente neste espaço relatar histórias de personalidades que admiro, pois, não obstante as dificuldades alçaram grandes vôos após traçarem espetaculares projetos de vida, atingindo o sucesso como seres humanos, diga-se, humanizados. Vale dizer que as minhas personalidades são diferentes do que as comuns. Ressalte-se que tal idéia surgiu num hotel na cidade de São José dos Campos em que me hospedo após ter proferido palestra na OAB local. Inspirado pela chamada do Globo Repórter em matéria sobre pessoas que se enquadram perfeitamente no perfil de tais personalidades. Pessoas que passaram grande parte de suas vidas em abrigos e sistemas prisionais Brasileiros. Seria um pleonasmo relatar o que passaram por lá. Pessoas que reescreveram suas vidas à partir da potencialização de suas vontades.


Coincidência ou não, nesta segunda-feira, em resumo, trouxe aos alunos da turma do 4.º ano do Curso de Direito da Universidade São Francisco, em fala motivacional, um pouquinho da maravilhosa história de vida construída pelo Professor Roberto da Silva, finalizando por dizer que nenhuma das pessoas que ali estavam se encontravam em situação justificadora de desistir de seus sonhos. Espetacular perceber os aplausos que vêm do olhar.


O projeto de vida que agora cito precisa ser reproduzido, difuso o seu alcance, impossível traduzir o seu poder renovador da alma ou transformar em estatística a qualidade e quantidade tributária humanizadora envolvida neste discurso.


Nesta próxima sexta-feira o Globo Repórter traz um pouco da história do Professor Roberto da Silva, 14 anos na extinta Febem e outros sete em presídios. Ao sair da prisão, em 1985, fez o supletivo e concluiu o ensino médio. Cursou pedagogia na Universidade Federal do Mato Grosso. Atualmente é professor nos programas de pós-graduação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Livre-Docente, Doutor e Mestre pela mesma instituição. Autor de diversas obras no cenário Educacional Brasileiro. Consultor da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e membro do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Estado de São Paulo. É referência internacional na luta pela educação prisional que, acredita, é a única forma de um infrator passar a ser um cidadão: “Ninguém me ensinou nada na prisão, o sistema não me ensinou nada de bom. Fui aprender tudo sozinho e isso me fez mudar de rumo”.


Orgulho de ser aluno do Professor Roberto da Silva.


Professor Alessandro Sanchez.


Fonte: UOL Educação.

5 comentários:

Fernanda disse...

Legitimo! Bravissimo!

ALESSANDRO SANCHEZ disse...

Este é o link para a chamada do Globo Repórter de Hoje:

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1125059-7823-VEJA+OS+NOVOS+CAMINHOS+DA+ADOCAO+NO+BRASIL,00.html

Millena disse...

Um exemplo de vida e superação a ser seguido! Se tivéssemos mais seres humanos assim, a vida seria muito mais fácil!

Magna Maria disse...

Sou professora do estado de Pernambuco e assisti uma palestra do Prof. Roberto Carlos da Silva no VI Congresso Internacional de Tecnologia na Educação - SENAC - RECIFE a qual causou-me grande comoção. Porque??? Pela história de vida e superação desse ser humano magnífico. Os filhos q. ele adotou ao longo de sua trajetória é de uma importância social fora do comum. Para completar o meu comentário gostaria de parabenizar o seu ex-aluno Alessandro Sanchez pela sorte de receber as lições desse mestre em viver a vida. Abrçs: Elizabete Novaes

Gilson Reis disse...

Caro Alessandro.
Louvo sua iniciativa em destacar verdadeiras personalidades! Estou começando a conhecer o Roberto da Silva e ser estudante de uma disciplina com ele, me estimula a ser, de fato, um pesquisador!
Parabens!!